Posts com Tag ‘Virgilio Moura’

Manifesto árvore!

Publicado: 21 de setembro de 2014 em Geral
Tags:, , ,

10696219_10203013890413650_2484652855677758197_nPor Virgilio Moura

Arvore Brasil
A árvore
Do meu corpo que chamam madeira foram construídas as caravelas que fizeram a rota dos descobrimentos, alteraram a verdade sobre este planeta, e nelas aqui chegaram os do velho continente.
A árvore
Como somos solidárias e dadivosas, protegemos o solo que nos sustenta e alimentamos os animais e homens que vivem sob nós.
A árvore
Do meu corpo que chamam madeira os habitantes desta Terra faziam suas moradias e os objetos que utilizavam no dia a dia.
A árvore
Como esta Terra é abençoada pelo sol, crescemos rápido e em grandes extensões, no início ocupávamos praticamente tudo, aqueles que aqui estavam e os outros que vieram depois, precisavam do solo para se manter e construir um País, foram nos cortando e cortando.
Cortaram para abrir estradas, cortaram para implantar cidades, cortaram para plantar lavouras e pastos. Entendemos e fomos ao sacrifício.
A árvore
Do meu corpo que chamam madeira, foi construído o 1º objeto feito aqui por outra cultura, a cruz de cristo.
Uma de nós foi considerada a primeira riqueza aqui encontrada e que justificou a posse desta terra e do seu nome foi batizada: Brasil.
Do meu corpo que chamam madeira foram construídas as igrejas, santos e altares, compondo um dos maiores tesouros brasileiros, achando que me embelezavam me esconderam com tinta e ouro.
Do meu corpo que chamam madeira, alguns artistas brasileiros me mostraram orgulhosamente nua e com esta beleza criaram o Design Brasileiro.
Do meu corpo foram construídas coisas belas, muito belas.
Daquela grande família chamada Mata Atlântica, os nossos primos Jacarandás, Cerejeiras, Canelas, Gonçalo Alves, Aroeiras, Imbuias, Perobas, Vinháticos, Aracaúrias e Pinhos, agora existem muito poucos.
A árvore
Mas de repente cismaram de ocupar este solo, “a Hiléia Amazônica”, e instituíram uma lei que dizia:
Terás a posse destas terras, porém, só te dou se a tua terra de florestas e florestas for ocupada em 50%.
Com isso todos que aqui chegaram foram nos cortando e cortando para garantir a posse da Terra e não pararam mais de cortar.
Como tinham se passado muitos anos desde aquele início, as ferramentas de destruição avançaram muito, não somos mais cortadas a machado e serrotão, somos derrubadas a trator, cortadas a motoserra, vocês não acreditam da competência dessa tecnologia.
Mas o pior ainda estava por vir, como têm pressa, muita pressa, nos derrubam em massa, umas depois das outras e sabem o que acontece com aquelas que ficam de pé? não sabem????
Acreditem. SOMOS QUEIMADAS, e depois, olhem só¬¬_ que maldade, somos fatiadas e vamos para os FORNOS, _os Fornos!!!!! e viramos CARVÃO.
Depois de tantas dádivas que vos tenho dado!
De vos ter permitido construir tão grandioso País!
De proteger tantas infinitas águas! A riqueza do futuro!
Eu vos Pergunto?
Porque vocês me Queimam!!!!!!!
Fonte: