Posts com Tag ‘RNC’

Foto: Samir Raoni, Meeking Off filme D. Juan, de Mateus Moura

O Circuito Audiovisual do Festival tem o desenvolvimento sociocultural como bandeira e a prática como princípio. Sendo assim, por meio da parceira com a produtora independente Sr. Cheff Produções e com a Associação Paraense de Jovens Críticos de Cinema (APJCC), estão incluídas na programação oficial das jornadas com a produção do filme D. Juan , de Mateus Moura, integrante da Associação e idealizador da produtora.

O filme representa bem o que o festival semeia: a produção independente e colaborativa, aproveitando a rede solidária, e demonstrando que é possível realizar grandes projetos se aproveitarmos os recursos e inteligência coletivos.

D. JUAN, de Mateus Moura, será exibido nas três cidades que recebem o Circuito, pertencente a gama de ações prévias do Festival de Artes integradas Circuito Polifônico que continua com a realização de três jornadas de produção audiovisual: em novembro, as atividades acontecem em Belém (10 a 16) e Marabá (17 a 28); em dezembro, é a vez de Xinguara  (2 a 12).

SERVIÇO

30 de Novembro

às 18H30

No Ponto de Cultura Galpão de Artes de Marabá

ENTRADA FRANCA

Realização: Samaúma – Jornada de Produção Audiovisual e Circuito Polifônico
Parceria: SR. Cheff Produções, APJCC e Rede Norte de Cineclubes

A REDE NORTE DE CINECLUBES realiza Oficina de Web-Ativismo-Digital em Belém, para integrantes de pontos de cultura, cineclubes e interessados em geral. A oficina acontecerá nos dias 04 e 05 de setembro, das 18h às 22h na Aldeia Digital do Infocentro do Programa NavegaPará instalada na Feira Pan-Amazônica do Livro. Estão sendo ofertadas 20 vagas, o numero de computadores do infocentro. Os inscritos participarão da programação, que tem como conteúdo o conceito histórico do nascimento da cibercultura ate a sua função atual; e o uso dos aplicativos de web 2.0 e a internet colaborativa. Os participantes da oficina aprenderão como montar um plano de comunicação para potencializar sua ação sociocultural usando a internet como canal de uma comunicação integrada a várias ferramentas como twitter, blogspot e youtube.

A REDE NORTE DE CINECLUBES foi aprovado através do edital Tuxaua do Ministério da Cultura. O projeto tem como parceiro o Governo do Estado do Pará através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia – SEDECT e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará – FAPESPA, da Associação Paraense de Jovens Críticos de Cinema – APJCC e Pontão de Cultura Rede Amazônia Juvenil.

O projeto vai realizar três jornadas de formação cineclubista e web-ativismo-digital através de doze oficinas. No Pará as oficinas acontecerão no Núcleo Metropolitano de Belém, Nordeste Paraense e Soure, e em novembro inicia o planejamento das oficinas no Núcleo Marabá – Regiões Sul e Sudeste do Pará e Núcleo Santarém – Regiões do Baixo Amazonas, Xingu e Tapajós.

As jornadas serão realizadas nos estados do Amazonas, Roraima, Tocantins e Pará em parceria com as células de articulação estadual da rede que tem como principal objetivo a articulação e difusão das praticas cineclubistas do norte.

O objetivo de formação do projeto é capacitar pontos de cultura, infocentros, cineclubes e escolas a produzir vídeos, áudios e sites nos Infocentros do Programa NavegaPará para potencializar as ações socioculturais, assim como realizar oficina de formação cineclubista que tem como conteúdo a instrumentalização prática de se tocar um cineclube (da pré à pós produção) e o aprofundamento na teoria cinematográfica através de sua História, parte realizada em parceria com a (APJCC).

***

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail redecinenorte@yahoo.com.br ou na ficha de inscrição virtual aqui.
Na ficha constam apenas o nome completo, contato telefônico do interessado e ponto de cultura ou cineclube (não é obrigatório). Qualquer dúvida ligar para (91) 8154-1386 e falar com Samir Raoni, coordenador do projeto.

Confira a programação aqui.

***

Serviço

Oficina de Web-Ativismo-Digital

Aldeia Digital da Feira Pan-Amazônica do Livro

Centro de Convenções -Hangar

Dias: 04 e 05 de Setembro

Hórario: 18h às 22h

Inscrições $ 0 reais.

EDUCAÇÃO – Cine Refazenda leva grandes filmes de graça para o interior do Estado

A comunidade de Genipauba, localidade do município de Santa Barbara, poderá ir ao cinema, com a inauguração do Cine Refazenda, amanhã. Na sua estreia o espaço apresenta o filme ‘O Cineasta da Selva’ (1997), de Andre Michiles. O cineclube é resultado de uma parceria entre a Associação dos Jovens Críticos de Cinema (APJCC) a Rede Norte de Cineclubes.

O Cine Refazenda atenderá o público de 12 comunidades rurais da localidade e tem a proposta de discutir sobre a sustentabilidade, arte e espiritualidade. As sessões ocorrerão quinzenalmente, aos sábados, no Instituto Refazenda e depois da estreia, o próximo filme será ‘Sangue e Suor: a saga de Manaus’ (1977), de Luiz Miranda Corrêa, no dia 14 de agosto.

Os amigos Mateus Moura e Miguel Haoni estão entre os fundadores da APJCC (Associação Paraense dos Jovens Críticos de Cinema). Para eles, o cineclube é um meio de apresentar filmes de grandes diretores, importantes para a história do cinema. Para o diretor executivo da APJCC, Mateus Moura, o cineclube é uma ação de arte-educação que democratiza a cultura audiovisual e proporciona às pessoas o acesso a um conhecimento que não é repassado na sala de aula. Para os cineclubistas, frequentar as sessões dos cineclubes é fazer um curso de cinema. Vantagem para as comunidades rurais de Abaetetuba, que terão uma alternativa de entretenimento, além de uma nova forma de educação.

Os cineclubistas usam o cinema para transmitir conhecimento. Antes da exibição dos filmes, as obras são apresentadas. A plateia é informada sobre o enredo, o contexto histórico no qual foi produzida, características marcantes do diretor do filme e outras informações que os cineclubistas considerem importantes para o expectador compreender melhor o filme. Após a exibição, os membros do cineclube discutem sobre os pontos interessantes da obra.

Serviço:

Inauguração do Cine Refazenda. Dia 31, às 19h30, no Instituto Refazenda – Km 12 da estrada do Genipauba, em Abaetetuba (PA). Entrada gratuita. Informação: (91) 8154-1386 e cinerefazenda@gmail.com

Fonte: O Liberal

De 23 a 25 de julho, Belém recebe a I Jornada Paraense de Cineclubes (JOPACINE), evento que promoverá o encontro dos Cineclubes do Estado do Pará. A proposta é discutir políticas públicas de incentivo aos cineclubes e estratégias de desenvolvimento da atividade cineclubista no estado.

A JOPACINE é convocada por trinta e três (33) organizações cineclubistas reunidas nos “II DIÁ-logos Cineclubistas – Construindo a Jornada Paraense de Cineclubes”, evento realizado no último dia 15 de maio, no Instituto Nangetu de Tradição Afro-Religiosa e Desenvolvimento Social. Sem orçamento e ao mesmo tempo sem economia de esforços, o evento vem sendo estruturado em rede, de forma colaborativa, com os seus passos sendo permanentemente publicitados de forma a que a sociedade possa acompanhá-los.

Estão convidadas a participar da programação todas as organizações cineclubistas atuantes no Estado do Pará, filiadas ou não ao Conselho Nacional de Cineclubes (CNC), assim como os representantes de instituições públicas e particulares, entidades da sociedade civil e outras nas quais sejam desenvolvidas atividades de caráter cineclubista.

Os interessados devem apresentar documentos que comprovem o caráter democrático da entidade ou grupo informal; o compromisso cultural e ético da organização; o plano de desenvolvimento de ações cineclubistas e, quando for o caso, relatório de atividades. As inscrições podem ser feitas até a véspera do evento, 22 de julho.

Para mais informações, acesse os links abaixo.

 

Mini documentário sobre novos cineclubes que foram capacitados na oficina

do Cine Mais Cultura realizada em Belém nos dias 17 a 21 de maio de 2010.

A oficina teve o apoio do Tuxaua da Rede Norte de Cineclubes, Samir Raoni e do coordenador do projeto Inovacine/Fapespa, Francisco Weyl, ambos integrantes da Comissão Organizadora da Jornada Paraense de Cineclubes que irá acontecer de 22 a 25 de julho em Belém do Pará em parceria com o IDEA 2010.

Samir Raoni falou de formação de redes, web-ativismo-digital, apropriação das novas tecnologias e sentimento de pertencimento, tendo como ponto de reflexão os elos de parceria que tem sido feitos através de ações colaborativas em rede.

Francisco Weyl apresentou o projeto de democratização de cinema no Pará e formação de cineclubista, ressaltando a vivência e resultado obtido em cada lugar por onde o projeto já aportou com sua caravana de oficineiros.

Nessa segunda oficina do Cine Mais Cultura participaram representantes de Tocantins, Rondônia, Roraima Pará e Amapá.

Fotos da oficina 1: (Aqui)

Ps: Esse Mini documentário realizado pelo Labirinto Cinema Clube

www.labirintocinemaclube.com.br

Selecionados nos editais estaduais receberão equipamentos, acervo audiovisual e capacitação cineclubista

Dezenas de municípios do Acre, Pará e Piauí passarão a contar com novas salas para exibição gratuita de filmes, os Cines Mais Cultura. As localidades beneficiadas situam-se nas periferias dos centros urbanos e no interior dos estados, nos Territórios da Cidadania, e não possuem salas de cinema.

Com investimento de cerca de R$ 1,2 milhão, sendo 67% de recursos federais e 33% da contrapartida dos governos estaduais, os selecionados receberão equipamentos de projeção, acervo audiovisual com obras do catálogo da Programadora Brasil e oficinas de capacitação cineclubista.

Confira as relações de contemplados no Acre, Pará e Piauí.

Editais Estaduais – A iniciativa, que visa ampliar o acesso da população ao cinema e apoiar a difusão da produção audiovisual nacional, é desenvolvida por meio de editais lançados em parceria com o Ministério da Cultura. Até o final deste ano, 1.600 salas de exibição não comercial deverão integrar uma rede nacional.

Leia mais.

(SAI/MinC