Posts com Tag ‘PRODUTORES’

Nesta quinta-feira, 05, artistas e produtores culturais de Belém terão uma oportunidade ímpar nas mãos. Trata-se do primeiro encontro com os gestores do Conexão Vivo, Vivo Lab e Vivo arte.mov, Marcos Boffa e Fabrício Santos, onde serão apresentados os programas. A reunião acontecerá no auditório do Edifício Síntese 21, a partir das 18h.
Os programas Vivo Lab e Vivo arte.mov fazem parte da política cultural Vivo e tem como proposta articular em Rede, por todo Brasil, iniciativas de formação, experimentação e produção em audiovisual (Vivo Lab) e Mídias Móveis (Vivo arte.mov).
Com foco na formação interdisciplinar, o Programa estimula experiências de redes sociais colaborativas na internet, através do Portal Vivo Lab, que reúne produções audiovisuais e possibilita a troca de experiências e conteúdos entre os projetos integrantes da Rede.
O Conexão Vivo, por sua vez, é uma rede constituída da união de artistas, produtores culturais e iniciativas pública e privada. Criado com a proposta de apontar novos caminhos e encontrar respostas para os desafios do mercado da música independente, o Conexão sempre trouxe ideais de interdependência, autonomia, diversidade e democratização do acesso à cultura.
No encontro de quinta-feira, o objetivo é apresentar os três programas, esclarecer dúvidas dos produtores e incentivar a apresentação de projetos para participação nos programas. A proposta da reunião seria, aproveitando os editais abertos dos programas, incentivar produtores e artistas a inscreverem seus projetos já alinhados com a política cultural a fim de integrarem tais ações.
PALESTRANTES
  • Marcos Boffa ganhou uma bolsa de estudos do Goethe Institut de Berlim para formação de produtores culturais. Diplomado em Estudos Superiores Especializados pela Universidade de Bourgogne em 1996, foi sócio da Motor Music, que trouxe as turnês de grupos e DJs internacionais no Brasil e na América do Sul, entre eles: Jon Carter, Atari Teenage Riot, Man or Astroman?, Tortoise, Stereolab, Yo La Tengo, Mudhoney, Senor Coconut y su orquestra, Laurent Garnier e Peaches. Criou o projeto Batucada Inglesa do British Council Brasil, que reuniu artistas brasileiros e ingleses. Participou também de festivais e feiras como Mutek, Popkomm, Transmusicales, Club Transmediale e Printemps.

  • Fabrício Santos é analista da Gerência de Desenvolvimento Cultural da Vivo. Jornalista formado em 2002 e pós-graduado em Gestão Estratégica da Comunicação, ambos pela PUC-Minas, iniciou sua trajetória profissional no Terceiro Setor na área de direitos humanos. Desde 2005 está na Vivo, onde atua no planejamento e execução das políticas de sustentabilidade e cultura.
Para maiores informações, os interessados podem entrar em contato com a produção do encontro, através do telefone 32291106.
Anúncios