A cidade são as pessoas! #ExisteAmoremSP

Publicado: 22 de outubro de 2012 em Geral
Tags:, , ,

Imagem

Sim!!! Ver tanta gente fazendo tanta arte com tantas linguagens reforça que a percepção é a chave para a transformação da cidade que queremos. Estamos a dois meses em São Paulo, e tem se tornado cada vez mais nítido, que quanto mais participamos, mais soluções simples e replicáveis surgem, restabelecendo o diálogo onde só existia imposição.

Não é de se admirar se ouvirem por ai, que essa foi uma das ocupações mais consistentes com o atual momento de SP. É muito satisfatório ver a ação e a pratica pela cidade que queremos. Essa é a importância de ocupar criativamente o espaço público. Manifestando a real vida que existe na cidade, repleta de pessoas incríveis.

A Praça Roosevelt estava tomada pela verdadeira cidade, livre de qualquer tipo de paranóia social. O espaço público é um lugar que todos temos de interpretar, nos apropriar no grandioso labirinto de corpos que perdidos se encontram. se reconhecem. se relacionam. Na construção diária da cidade que queremos. Mas se a cidade são as pessoas e as pessoas são as relações, nada como o amor manifesto e recíproco para transformar o espaço em um grande ambiente de união.

Criolo e Gaby Amarantos, dois artistas de origem periférica, emanam a mensagem de mais amor! Um momento histórico para a cena independente, amplificado nas ondas do diálogo e na tecnológica, representada pelo ao vivo da Pós Tv, que transmitiu tudo que tava rolando na praça, conectando gente do Brasil e do mundo com esse dia tão histórico para a cidade. Só amor conduzindo esse ato pela cidade.

O dia findou com meu primeiro banho de chuva na terra da garoa. Que venha o próximo festival. Afinal, a cidade que queremos nasce da nossa ação!

Anúncios
comentários
  1. cati lima disse:

    nao se esqueça que o evento ocorreu no meio de um segundo turno de eleicoes para prefeito, onde estavam sendo distribuidos adesivos do haddad, como disse uma amiga, quem bancou os caches dos artistas? aja amor pra se trabalhar num domingao de sol, que belo engajamento não? e o nome do evento antes era amorsimrussomano nao. sou eleitora do haddad, mas estamos sempre de olho! vamos partir para periferia e criar um evento desse porte? sera que acontece?
    bj. cati.

  2. Samir Raoni disse:

    catia, uma pergunta. você já viu uma manifestação nessa cinfiguração que abre o espaço para uma construção de uma proposta de ocupação coletiva? sendo que muita gente que estava lá, estava pela oportunidade de ocupar criativamente o espaço. não escrevi sobre o cunho político que subentendinamente existe nesse tipo de ação porque realmente só estava interessado de estar lá vendo um monte de gente em prol de uma cidade mais viva. e uma coisa é fato, a periferia estava presente. saiu de seu gueto para o centro que também é seu lugar de ocupação. eu tava lá e me expressei com minha arte. conheci pessoas que provavelmente vamos criar coisas juntas. e em momento algum precisei levantar bandeira alguma para A ou B. e acho completamente possível um evento como o que aconteceu rolar nas periferias. o mais importante é lembrar que a periferia não precisa desse olhar de “coitados”. e falo isso com propriedade e pertencimento. pois sempre desenvolvi trabalhos sociais e entendo a escala micro de ações de empreendedorismo social e resgate das mnatrizes culturais dessas comunidades. quero que saiba que meu olhar ainda tem como foco as comunidades periféricas. já estamos pensando em uma edição do rock na comunidade em sp. e saiba que tem gente boa nesse mundo. e elas estavam lá sem nem votar na cidade!
    e vamos ser sinceros querida. se uma proposta dessa viesse da direita, ninguém comprava, porque não é essa a cidade que queremos. continuemo a prosa. bj samir.

  3. Cátia disse:

    Espero mesmo que aconteça uma segunda edição do evento, nao estou chamando a periferia de coitadinhos, so digo pq vou em festas na periferia e sei o q a galera trampa pra montar equipamento e estrutura, a pca roosevelt ja eh um lugar onde se respira arte e eventos desse nivel, so questiono o fato dessa festa ter acontecido prox a eleição se nao tinha cunho político que se faca outros, a matilha cultural eh uma organização competente mas a turma da fora do eixo nao sei nao, pablo capile, guarde esse nome. mas depois te conto pessoalmente. So falei pq eh bom abrir os olhos, o amor eh lindo e qq manifestação em prol dele eh valida, isso nao se discute!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s