Arquivo de março, 2012

Casa da Memória estará com a exposição “Traços da Cidade” na Escola Liceu de Artes e Ofícios “Mestre Cardoso”, em Icoaraci, entre os dias 7 março e 27 de abril. O acervo é objeto de estudo da ação patrimonial e fotográfica desenvolvida pelos alunos do curso de Artes Visuais e Tecnologia da Imagem. A ideia da exposição é sensibilizar e informar sobre a importância da preservação do patrimônio arquitetônico, artístico e cultural de Belém.  A exposição é uma parceria da Unama com Secretaria Municipal de Educação.

Ainda no mês de marco, será possível conferir vídeos selecionados e premiados no “Festival Minuto: Mostra dos Melhores Minutos de 2011”, que acontecerá de 20 a 30, no passo Galeria  – Hall de entrada do Campus Alcindo Cacela, sempre às 18h.

Anúncios

e fez-se o grito.

            A organização do Grito Rock Belém informou oficialmente hoje que os shows do próximo dia 17 não mais acontecerão no Píer das Onze Janelas como estava previsto inicialmente. Para não promover riscos às estruturas das igrejas do entorno do projeto Feliz Luzitânia, a organização e a Secretaria de Estado de Cultura decidiram realocar o Grito Rock Belém para a Praça Dom Pedro II, entre o Museu do Estado e o Palácio Antonio Lemos, onde aconteceu a última edição do projeto Conexão Vivo na capital.
            Apesar dessa mudança o restante da programação permanece e até ganhou um dia extra de debates na Livraria Saraiva. E é importante frisar que a noite do dia 17 será aberta ao público. Baudelaires, Strobo, Projeto Secreto Macacos, Turbo, Molho Negro, Johny Rockstar [fazendo o lançamento virtual de seu aguardado disco novo], Delinquentes, Maquine, Juca Culatra e a internacionalmente famosa Gang do Eletro, tocarão nesse dia a partir das 15 horas.
            Entre um show e outro, haverá performances do Palco FdE com Romário Alves e Maha Mantra, exposição virtual de artistas plásticos na ExpoGrito, entre outras surpresas. Tudo com transmissão ao vivo pela Rádio e Portal Cultura FM. No mesmo dia 17, haverá ainda a já tradicional festa Doente do Pé, promovida pela Se Rasgum Produções, no Café com Arte, a partir das 23h, com a participação do pai do tecnobrega, Tony Brasil, e da banda amapaense Minibox Lunar.
            Mas a festa começa já na sexta-feira, 16 de março, com Félix e Los Carozos botando geral para dançar em um acasalamento sensorial coletivo no Palafita, em noite promovida pelo coletivo Black Soul Samba, a partir das 21h.
            No domingo, 18 de março, a produtora Xaninho Discos Falidos promete deixar a ressaca da noite anterior em casa e botar tudo na chón, a partir das 16h, no African Bar. Serão oito bandas, duas de fora do estado: o psychobilly curitibano d’As Diabatz junta-se ao metal macapaense da Amatribo e às bandas paraenses All Still Burns, A Red Nightmare, Tranze, Idílio, Vinil Laranja e Bruno BO [feat. Batalha de MC’s + DJ Morcegão + DJ Fantasma] para coroar a noite e o festival em Belém.
            Saraiva – No dia 15, no Espaço Benedito Nunes, da Livraria Saraiva (Shopping Boulevard), haverá a exibição do filme Bollywood Dreams, dirigido por Beatriz Seigner, com a atriz paraense Lorena Lobato no elenco, pelo Compacto.Cine, novo modelo de distribuição audiovisual proposto pelo Fora do Eixo. O Compacto.Cine também vai exibir o filme “Brega S/A”, de Gustavo Gondinho e Vladimir Cunha. Logo após haverá uma mesa com a participação do jornalista Lúcio Flávio Pinto. A programação na Saraiva começa às 10h com a Expo Grito e segue até a noite (confira a programação completa abaixo).
Na sexta-feira, 16 de março, a partir das 19h, o secretário de comunicação Ney Messias e os produtores Marcel Arêde e Caio Mota discutem O Futuro da Produção Cultural na Região Norte com Pablo Capilé, um dos principais articuladores do Fora do Eixo, em debate que será transmitido ao vivo pela Pós-TV Fora do Eixo através do endereço http://www.ustream.tv/user/pos-tv, direto do Estúdio Gotazkaen [Rua Ó de Almeida, 755, entre Tv. Piedade e Av. Assis de Vasconcelos].
Enquanto isso, às margens do Tapajós
            Além de Belém, o Grito Rock teve edições nos municípios de Marabá (09/03), Parauapebas (10/03), Tucuruí (11/03). Nos dias, 17 e 18 será a vez de Santarém receber a edição 2012 do maior festival integrado do mundo. No dia 17, a programação será no Espaço Alter do Chão, a partir das 20h, com entradas a R$ 5. As bandas The Littte Beach, Vinil 80, Octoplugs e Exxcalibur fazem a programação nesse dia. Já no dia 18, a programação será aberta ao público na Praça Mirante de Santarém, a partir das 18h30, com as bandas Darwin e Seus Pitecos, Professor Madragora, 16 Bits e Insdustrial Blame, além da belenense Turbo.
            União sócio-político-geográfica, união de estilos, ritmos, credos, crenças, parangolés e afins. Se no interior, o resultado é o esforço de quatro coletivos (Cafofo, Poeira, Cultura em Movimento e Mulama), só em Belém o número sobe para seis: Croatã Ghostwriting, Casarão Cultural Floresta Sonora, MúsicaParaense.Org, Black Soul Samba, Se Rasgum Produções e Xaninho Discos Falidos comandam la résistance. O evento conta ainda com o apoio da Fundação de Telecomunicações do Pará – FUNTELPA, Toque no Brasil – TnB, Ná Figueredo, Gotazkaen Studio, Garfo e Faca, Qualquer Quoletivo, Improvideo, Pizzup, Abelhuda, além de cobertura exclusiva do Pará Música.
            Um grito só – Desde 2002, quando foi idealizado em Cuiabá, o projeto é uma plataforma independente de circulação e uma alternativa cultural para o período de Carnaval. A previsão é que aproximadamente 250 mil pessoas participem do Grito Rock em todo o mundo. Reflexo da conexão com diversos países latinos em 2011, este ano, o Grito Rock se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam do Festival: Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicaragua.
            Em 2012, o número de edições fora do país supera as expectativas e alcança culturas diversas, através de brasileiros que realizam o evento em parceria com agentes locais, como na Cidade do México, Los Angeles e Braga [Portugal]. É a primeira vez que o Festival chega ao continente europeu e também ao México.
            Faça parte dessa festa intercontinental colaborativa você também. Fique por dentro de tudo que irá acontecer no Grito Rock Pará através de nossas mídias sociais:
SERVIÇO:
GRITO ROCK SANTARÉM
Sábado, 17/03
Espaço Alter do Chão
A partir das 20h
Bandas: The Littte Beach, Vinil 80, Octoplugs e Exxcalibur
Ingressos: R$ 5
Domingo 18/03
Praça Mirante de Santarém
A partir das 18h30
Banda: Darwin e Seus Pitecos, Professor Madragora, 16 Bits, Insdustrial Blame e Turbo.
Maiores informações: http://projetomulama.blogspot.com/
GRITO ROCK BELÉM
Quinta-feira, 15/03
Livraria Saraiva (Espaço Benedito Nunes)
10h – Expo Grito
15h – Pocket Show: Banda Turbo
15h30 – Compacto.Cine: “Brega S/A”, de Gustavo Godinho e Vladimir Cunha (PA)
17h – Mesa: “A Estética da Periferia”
Com: Vladimir Cunha, Lúcio Flávio Pinto e Waldo Squash
Mediação: Tylon Maués
18h30 – Pocket show: Banda Molho Negro
19h – Compacto.Cine: “Bollywood Dream”, de Beatriz Seigner (SP)
20h30 – Mesa: “O grito no cinema”
Com: Afonso Gallindo, Lucas Escócio, Jorane Castro e Mateus Moura
Mediação: Sissa de Assis
Sexta-feira, 16/03
Mesa: O Futuro da Produção Cultural na Região Norte
A partir das 19h @ Estúdio Gotazkaen
Rua Ó de Almeida, 755, entre Tv. Piedade e Av. Assis de Vasconcelos
Debatedores: Ney Messias, Pablo Capilé, Marcel Arêde e Ná Figueredo
ABERTO AO PÚBLICO
Sexta-feira, 16/03
Black Soul Samba
A partir das 21h @ Palafita
Banda: Félix e Los Carozos
Ingressos: R$ 10
Sábado, 17/03
Praça Dom Pedro II
A partir das 15h
Bandas: Baudelaires, Strobo, Projeto Secreto Macacos, Turbo, Molho Negro, Johny Rockstar, Delinquentes, Maquine, Juca Culatra e Gang do Eletro
ABERTO AO PÚBLICO
Sábado, 17/03
Doente do Pé
A partir das 23h @ Café com Arte
Bandas: Tony Brasil e Minibox Lunar [AP]
R$ 20 com fantasia e R$ 25 sem fantasia [até 00h00] | R$ 25,00 [após 00h00]
Domingo, 18/03
Xaninho Discos Falidos
A partir das 17h @ African bar
Bandas: As Diabatz [PR], Amatribo [AP], All Still Burns, A Red Nightmare, Tranze, Idílio, Vinil Laranja e Bruno BO
Aberto ao público até às 17h | R$ 15 depois das 17h

Acompanhe as novidades e ultimas informações naPage do Grito Belém

Posted on 21/02/2012 by 

Pontos de Cultura e MinC iniciam redesenho do Programa Cultura Viva

Após amplo debate com o os pontos e pontões de cultura, através da CNPdC, o movimento nacional de pontos de cultura, juntamente com o MinC, iniciaram o redesenho do Programa Cultura Viva.

Publicamos o teor do Ofício (e seu anexo) nº 60/GAB/SCC/MinC, de 15 de fevereiro de 2012 que traz várias orientações de como o processo será realizado com a participação dos pontos de cultura, além de solicitar indicação de cinco representantes dos Pontos e Pontões de Cultura que farão parte do Grupo de Trabalho do Redesenho do Programa Cultura Viva.

No Pará, os membros da CNPdC e a CPPC – Comissão Paraense de Pontos de Cultura estão iniciando providência para garantir uma ampla participação dos pontos de cultura neste diálogo.

Destacamos a importância da resposta pelos Pontos de cultura ao Questionárioenviado pelo MinC com cinco perguntas que já apontam para o redesenho que estamos fazendo sobre o Programa Cultura Viva.

Por Nilton Silva – representante titular do Pontos de Cultura do Pará na CNPdC.