Arquivo de agosto, 2009

Gestor do Cineclube Rede Norte entrega Carta dos Cineclubistas de Belém ao Presidente do Centro Cineclubista de São Paulo.

Reconhecendo a importância dos DIÁLOGOS CINECLUBISTAS para o processo de fortalecimento, fomento e principalmente reconhecimento das demandas que refletem as realidades Paraenses e Amazonidas, no que se refere à audiovisual e movimento cineclubista, Samir Raoni, Gestor do Cineclube Rede Norte e Facilitador do Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil pelos Argonautas, após ter participado do III Fórum do Brasil Memória em Rede, que aconteceu no SESC Vila Mariana no período de 19 a 21 de agosto, aproveitou a presença em São Paulo para cumprir uma agenda de entrega da CARTA DOS CINECLUBISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM e fazer uma troca de experiências com os movimentos de São Paulo, a fim de consolidar uma comunicação mais horizontal e por conseguinte mais direta com os movimentos Cineclubistas do País.

A experiência da troca de conteúdos e vivências proporcionada pela participação nos DIÁLOGOS CINECLUBISTAS – A fala das práticas – Relatos de experiências e rodas de diálogos, evento livre, democrático e independente, realizado nos dias 17, 18 e 19 de agosto de 2009 em locais onde são desenvolvidas as mais diversas praticas cineclubistas em Belém e em Ananindeua – Pará, trouxe para os seus participantes a certeza de que o CINECLUBE é um espaço de construção de aprendizados e diálogos democráticos e necessariamente uma ferramenta educativa capaz de formar consciências e culturas poéticas e visuais, pelas quais o ser humano pode vir a criar e a produzir um novo pensamento, assim como a arte na sua plenitude política e libertária.

Nesse sentido, nós, realizadores, produtores e técnicos, atores e atrizes, cineclubistas, críticos e pesquisadores, exibidores e amantes do cinema, representantes de projetos e organizações com atuação em Belém e em Ananindeua, resolvemos tornar pública a CARTA DOS CINECLUBISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM, com o objetivo de refletir, compartilhar e sugerir idéias e propostas para fortalecer o cinema, o audiovisual e o cineclubismo no Estado do Pará e no Brasil.

Continuar>>

Facilitador do Pontão de Cultura Rede Juvenil entrega Carta dos Cineclubes da Região Metropolitana de Belém em entidades de SP e RJ.

A experiência da troca de conteúdos e vivências proporcionada pela participação nos DIÁLOGOS CINECLUBISTAS – A fala das práticas – Relatos de experiências e rodas de diálogos, evento livre, democrático e independente, realizado nos dias 17, 18 e 19 de agosto de 2009 em locais onde são desenvolvidas as mais diversas praticas cineclubistas em Belém e em Ananindeua, trouxe para os seus participantes a certeza de que o CINECLUBE é um espaço de construção de aprendizados e diálogos democráticos e necessariamente uma ferramenta educativa capaz de formar consciências e culturas poéticas e visuais, pelas quais o ser humano pode vir a criar e a produzir um novo pensamento, assim como a arte na sua plenitude política e libertária.
Nesse sentido, nós, realizadores, produtores e técnicos, atores e atrizes, cineclubistas, críticos e pesquisadores, exibidores e amantes do cinema, representantes de projetos e organizações com forte atuação em Belém e em Ananindeua, resolvemos tornar pública a <a href=”http://redecinenorte.ning.com/forum/topics/carta-dos-cineclubistas-da-1” target=”_blank”>CARTA DOS CINECLUBISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM</a>, com o objetivo de refletir, compartilhar e sugerir idéias e propostas para fortalecer o cinema, o audiovisual e o cineclubismo no Estado do Pará.

Reconhecendo a importância dos DIÁLOGOS CINECLUBISTAS para o processo de fortalecimento, fomento e principalmente reconhecimento das demandas que refletem as realidades Paraenses e Amazonidas, no que se refere à audiovisual e movimento cineclubista, eu, Samir Raoni, Facilitador do Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, Após ter participado do III Fórum do Brasil Memória em Rede, que aconteceu no SESC Vila Mariana no período de 19 a 21 de agosto, aproveito a presença em São Paulo para cumprir uma agenda de entrega da CARTA DOS CINECLUBISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM, a fim de consolidar uma comunicação mais horizontal e por conseguinte mais direta com os movimentos Cineclubistas do País.

AGENDA DE ENTREGA DA CARTA DOS CINECLUBISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM

  • SÃO PAULO
    27 de Agosto, Cineclube Pólis – Pontão de Cultura
    27 de Agosto, Cineclube Centro Paulista – Ponto de Cultura
    28 de Agosto, Pimentel – CNC
    28 de Agosto, TEIA Regional SP, Encontro dos 280 Pontos de Cultura de São Paulo.
  • RIO DE JANEIRO
    31 de Agosto, Escola de Cinema Darcy Ribeiro

Para falar com Samir Raoni acesse: www.samiraoni.wordpress.com / (91) 8181-4994

Essa matéria foli publicada:
– Poral Rede Juvenil
– Portal Cineclube Rede Norte
– Rede Amazônia Juvenil
– Rede Teatro da Floresta
– Pólo Regional BMR Pará
– Rejuma
– Samir Raoni

Projeto articula comunicadores comunitários em rede colaborativa

O projeto foi aprovado em edital do Navegapará e será implementado pelos Argonautas

Entre os vinte e três projetos aprovados pelo edital “Infocentros Navegapará: Ações Colaborativas para a Cidadania Digital”, está o projeto Rede Amazônia de Comunicadores Comunitários – REDECOM, apresentado pelos Argonautas, como uma ação complementar de continuidade do projeto Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, realizado pelos Argonautas em convênio com o Ministério da Cultura.

Os comunicadores comunitários capacitados em oficinas de comunicação comunitária e cursos de comunicação popular serão articulados em uma rede de produção de informação e comunicação colaborativa. As ações terão base a infraestrura montada em quarenta infocentros do Navegapará, oitenta telecentros de pontos de cultura, e centenas de laboratórios de informática de escolas. Essa interação tem como objetivo de aprofundar pesquisas e práticas de comunicação comunitária em rede. Para isso serão criados meios de comunicação popular colaborativos, como webradio, webtv e blog, articulados em formato de rede social. Espera-se, com essa prática, ampliar a utilização dos infocentros, telecentros e laboratórios para usos mais qualificados, para além da informática básica, e disseminr o uso de plataformas livres.

As metas do projeto prevêm a realização de curso à distância sobre Redes Sociais distribuídas; a realização de oficinas de produção em audiovisual visando e a criação e gestrão de programas de webradio e webtv.

Entre os projetos aprovados pelo edital “Infocentros Navegapará: Ações Colaborativas para a Cidadania Digital”, cinco são ligados a pontos de cultura: Guamá conectado na Comunicação Comunitária pelo Desenvolvimento Local (Ponto Ananin – Ananindeua); Jovem em Rede (Ponto de Cultura Galpão de Artes de Marabá); REDECOM – Rede Amazônia de Comunicadores Comunitários (Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil); Infocentro Cultura de Ouro (Ponto de Cultura de Ouro – Itaituba); e Vídeo na Escola (Coletivo Puraquê – Santarém). Como muitos projetos estão voltados para as áreas de Comunicação Social e de Tecnologia da Informação, isso fortalece mais ainda a rede de pontos de Cultura do Pará.

Fonte: Coordenação de Comunicação da Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil

Publicado originalmente em www.redejuvenil.com.br e www.redeamazoniajuvenil.ning.com

Argonautas faz visita ao Pontão Cultura e Convivência de Paz

Após ter participado do III Fórum do Brasil Memória em Rede, que aconteceu no SESC Vila Mariana no período de 19 a 21 de agosto, o jovem Samir Raoni, cordenador do Programa de Protagonismo Juvenil dos Argonautas e facilitador do projeto Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, aproveitou a presença em São Paulo para cumprir uma agenda de visitas a parceiros.Papa Xibé Samir Raoni que deis de 2008 vem construindo essa visita junto ao Pólis através de Martha Lemos e Veridiana Negrine, Coordenadoras do Pontão Convivência e Cultura de Paz.

A primeira visita aconteceu na manhã de segunda-feira, dia 24 de agosto, junto à equipe da Revista Viração que já é parceira dos Argonautas desde 2005. Pela tarde foi a vez do Instituto Pólis receber a visita do

O momento possibilitou a troca de experiências e a retomada de projetos que vem sendo amadurecidos deis de 2008, quando Martha e Veridiana foram realizar a Roda de Conversa pelo Projeto Pontão Convivência e Cultura de Paz em Belém do Pará, terra das Mangueiras e do Carimbó. A Roda de Conversa reuniu lideranças juvenis dos mais variados seguimentos de juventude que refletiram a contribuição dos seus movimentos e expressões para a construção da cultura de paz.

Uma das possibilidades que as duas entidades vem amadurecendo é o Projeto Interações Estéticas em Pontos de Cultura que visa o contato de artistas com as atividades socioculturais desempenhadas pelos pontos culturais.

Na oportunidade o Poeta e Conselheiro do Instituto Pólis, Hamilton Faria deixou o convite para a construção do Encontro Internacional de Arte Educação – IDEA, evento de fundamental importância para consolidar um mundo mais Responsável, Plural e Solidário, trazendo para superfície o reencantamento do mundo através de uma sociedade pautada numa cidadania mundial, no respeito à diferença, na sustentabilidade do planeta e na cultura de paz, concluí Hamilton Faria.

A equipe do Instituto Pólis se organiza por área de atuação, diz Martha Lemos. O Pólis – Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais é uma Organização-Não-Governamental de atuação nacional, constituída como associação civil sem fins lucrativos, apartidária, pluralista e reconhecida como entidade de utilidade pública nos âmbitos municipal, estadual e federal.

Fundado em 1987, a cidade e a atuação no campo das políticas públicas e do desenvolvimento local definem a sua identidade.

A cidadania, como conquista democrática, é o eixo articulador de sua intervenção dirigida à construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas.

Para saber mais sobre os projetos e propostas do Instituto Pólis acesse: www.polis.org.br / www.convivenciaepaz.orb.br

Para saber mais sobre o Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil acesse: www.redejuvenil.com.br / www.redeamazoniauvenil.ning.com

Para falar com Samir Raoni acesse: www.samiraoni.wordpress.com / www.flickr.com/photos/samiraoni / www.issuu.com/samiraoni/docs

(91) 8181- 4994

Próximas visita de Samir Raoni, Facilitador Pontão de Cultura Rede Juvenil
26 de Agosto, 10 horas – Museu da Pessoa

26 de Agosto, 16 horas – Cineclube Atibaia

27 de Agosto, 10 horas – Revista Onda Jovem

27 de Agosto, 14 horas – FUNART

27 de Agosto, 10 horas – Ponto de Cultura Mídias Livres

28 de Agosto, 10 Horas – TEIA Regional – Pontos de Cultura de São Paulo.

Argonautas  Pontão de Cultura Rede Juvenil faz visita a Revista Viraçâo luz

Após ter participado do III Fórum do Brasil Memória em Rede, que aconteceu no SESC Vila Mariana no período de 19 a 21 de agosto, o jovem Samir Raoni, cordenador do Programa de Protagonismo Juvenil dos Argonautas e facilitador do projeto Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, aproveitou a presença em São Paulo para cumprir uma agenda de visitas a parceiros.

A primeira visita aconteceu nesta segunda-feira, dia 24 de agosto, junto à equipe da Revista Viração que já é parceira dos Argonautas desde 2005. A equipe ficou muito contente com a visita que vem sendo planejada desde o começo de 2009. O momento permitiu a articulação de um espaço mensal na Revista pelos pólos da Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil. Segundo Samir Raoni, o diálogo proporcionou um grande ganho para as juventudes do Norte. Uma das pautas da conversa foi sobre as oficinas de Comunicação Comunitária (ComCom) que o projeto realizou junto aos pólos do projeto. Também foi feita uma breve apresentação das atividades dos Jovens Ambientalistas Argonautas.

Vivian Ragazzi, Editora da Revista parabenizou a atuação da juventude amazônida quando viu o portal www.redejuvenil.com.br que traz um registro da produção dos programas de webTV, webrádio e Blog realizados nas oficinas de ComCom. Ragazzi Deixou o convite para as próximas edições da Revista publicar conteúdos da Rede Juvenil. Na oportunidade Samir Raoni compartilhou ferramentas Freesociais (issuu, ning e bblilvre) com a equipe da Revista.

Paulo Lima, presidente da Viração.Org reconhece a importância da Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil para consolidar as várias juventudes existentes no Brasil.

“Os Argonautas estão trabalhando no empoderamento comunitário para que esses atores sejam protagonistas de suas realidades, pois sabemos que esse é um processo contínuo, onde todos somos responsaveis”, pondera Samir.

O Projeto/Revista Viração desenvolve diversos projetos voltados às (aos) jovens e adolescentes, buscando dar visibilidade às suas iniciativas e fornecendo ferramentas para que elas (eles) se expressem por meio de uma comunicação democrática.

Com oficinas organizadas por educadores ligados à Viração, os participantes debatem conceitos importantes como o direito à comunicação, ética, diversidade, e socializam suas experiências com jovens de diferentes realidades sociais. Os produtos dos encontros são jornais, murais e blogs, nos quais elas (eles) têm a oportunidade de exercer sua cidadania e divulgar suas ações.

<b>Para saber mais sobres os projetos da Revista Viração acesse: www.revistaviracao.org.br

(11) 3237-4091</b>

Para saber mais sobre o Pontão de Cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil acesse: www.redejuvenil.com.br / www.redeamazoniauvenil.ning.com

Para falar com Samir Raoni acesse: www.samiraoni.wordpress.com / www.flickr.com/photos/samiraoni / www.issuu.com/samiraoni/docs
(91) 8181- 4994

Próximas visita de Samir Raoni, Argonautas / Pontão de Cultura Rede Juvenil

24 de agosto, 17 horas – Instito Pólis/ Pontão de Cultura de Paz

25 de Agosto, 10 horas – Museu da Pessoa

25 de Agosto. 15 horas – Ponto de Cultura Cineclube São Paulo

26 de Agosto, 10 horas – Revista Onda Jovem

26 de Agosto, 15 horas – Cineclube Atibaia

26 de Agosto, 14 horas – FUNART

27 de Agosto, 10 horas – Ponto de Cultura Mídias Livres

28 de Agosto, 10 Horas – TEIA Regional – Pontos de Cultura de São Paulo. Paulo.

No período de 24 a 26 de julho foi realizada em Belém a oficina para as regionais Amapá, Carajás, Marajó e Nordeste Paraense. O pontão de cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, projeto realizado pelos Argonautas Ambientalistas da Amazônia com patrocínio do Ministério da Cultura, apoiou a realização da oficina. Os Argonautas fazem parte da rede GTA e o apoio à rede é um dos objetivos do pontão de cultura.

No período de 24 a 26 de julho foi realizada em Belém a oficina para as regionais Amapá, Carajás, Marajó e Nordeste Paraense. O pontão de cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, projeto realizado pelos Argonautas Ambientalistas da Amazônia com patrocínio do Ministério da Cultura, apoiou a realização da oficina. Os Argonautas fazem parte da rede GTA e o apoio à rede é um dos objetivos do pontão de cultura.

A Rede GTA – Grupo de Trabalho Amazônico está percorrendo a Amazônia Legal realizando oficinas de inclusão digital e comunicação comunitária para os membros das entidades associadas à rede GTA. As oficinas fazem parte do Projeto de Desenvolvimento Institucional para a Consolidação e Disseminação de Tecnologias Sociais, realizado em parceria com a Fundação Banco do Brasil – FBB.

No período de 24 a 26 de julho foi realizadma e Belém a oficina para as regionais Amapá, Carajás, Marajó e Nordeste Paraense. O pontão de cultura Rede Amazônica de Protagonismo Juvenil, projeto realizado pelos Argonautas Ambientalistas da Amazônia com patrocínio do Ministério da Cultura, apoiou a realização da oficina. Os Argonautas fazem parte da rede GTA e o apoio à rede é um dos objetivos do pontão de cultura.

Ler mais>>

Banco de Práticas

Publicado: 1 de agosto de 2009 em Geral

Banco de Práticas