Arquivo de julho, 2009

III Fórum Brasil Memória em Rede – Participe!

Publicado: 23 de julho de 2009 em Geral

Dsc09846_thumb

O III Fórum Brasil Memória em Rede acontecerá no SESC Vila Mariana em São Paulo entre os dias 19, 20 e 21 de agosto de 2009. Tem como objetivo fortalecer a rede formada entre os participantes da iniciativa Brasil Memória em Rede, por meio de debates, reflexões e troca de experiências.

O III Fórum privilegiará espaços de troca entre os participantes, por meio de espaços abertos para atividades auto-gestionadas. Teremos também espaços para que as pessoas e organizações, já participantes da rede, aprofundem conhecimentos sobre as práticas que vêm desenvolvendo e avaliem as ações desenvolvidas pela rede ao longo do último ano.

Ler mais>>

Anúncios

Coletivo Samauma faz jornada arte educacional em três comunidades de Soure, Marajó.

Por Jovens Ambientalistas Argonautas

Fotos Jornada Arte Educacional (Ver Fotos)

Incentivar os alunos a relacionar o que aprendem na escola com a própria vida e fazer conexões entre vários temas. O Coletivo Samauma núcleo de Arte Educação Ambiental dos Jovens Ambientalistas Argonautas compartilham esta visão de interdisciplinaridade em suas experiências pedagógicas. Em parceria com educadores e líderes das comunidades do Pesqueiro, Céu e Caju-una no município de Soure, Marajó (PA), o grupo apresentou a peça ‘Seres Animados’ parte do projeto de Arte Educação Ambiental: Unindo Saberes Compartilhando Cidadania.

O Coletivo Samaúma com a peça ‘Seres Animados’ aborda algumas das problemáticas locais, como exemplo; a pesca predatória somada a poluição dos rios, os manguezais sofrem impactos, ficando sem caranguejos; as praias estão cheias de lixo e os peixes estão sumindo. As músicas educativas fazem com que as crianças e jovens reflitam sobre os problemas ambientais que o mundo esta sofrendo, conta Rafael de Rivera, coordenador Pedagógico do Projeto.

A Arte Educação Ambiental acontece de forma lúdica, através do diálogo de quatro personagens: Semente (Rafael de Rivera), Raiz (Samir Raoni), Flor (Elisângela Pinheiro) e Esfera (Adam Max). Estimular as crianças e jovens a refletir e assumir o seu futuro, onde a educação possibilitará a construção do seu projeto de vida, fazendo cada pessoa reconhecer-se como potencial transformador da sua realidade é um dos objetivos, conta Samir Raoni, coordenador de Educação Ambiental do Projeto.

Ler mais>>

Roda de Conversa Belém

Veja as fotos da Roda de Conversa (Ver Fotos)

A Roda de Convivência e Cultura de Paz chegou à Belém do Pará, cidade considerada o Portal da Amazônia, em 17 de outubro para desenvolver a atividade no Ponto de Cultura Argonautas. Os Argonautas surgiram nos anos 90, em uma conjuntura de intensos debates e abertura da sociedade civil para a questão ambiental na Amazônia, no contexto da Eco 92. De 1989 a 1991, a realização de Encontros Nacionais Estudantis na Universidade Federal do Pará e Universidade Federal do Maranhão e o Encontro Nacional dos Povos da Floresta (coordenado pela CUT-CPT-CDDH) para discutir a questão, deram origem ao núcleo ambientalista que formou os Argonautas, em agosto de 1992 e lançou o Manifesto Eco-universitário no campus da UFPA. A atividade sensibilizou militantes dos movimentos sociais e chamou a atenção para a necessidade da sociedade civil local em se articular e participar ativamente das discussões de ações de defesa do meio ambiente e da Amazônia, mobilizando a comunidade para a consolidação da cidadania, da democracia participativa e do desenvolvimento sustentável.

A equipe das oficineiras chegou à Belém em um momento fundamental na história da cidade e de seus moradores: o período da celebração do Círio de Nazaré. Expressão de fé adotada pelo povo paraense que se destaca pela romaria dos fiéis, exibe também apresentações de músicas e danças. Conforme o relato dos próprios paraenses, participantes da Roda de Convivência, o Círio é um pedido de Paz ao Mundo; uma manifestação de alegria e gratidão na perspectiva da fé cristã, devoção e calor humano. Reflete a magnitude de uma festa popular considerada mais importante que o próprio Natal, no qual todos transcendem a própria humanidade em louvor e entrega ao sagrado, via feminino, concretizado na imagem da Nossa Senhora de Nazaré.

Ler mais>>