Arquivo de maio, 2009

O Encontro de Conhecimentos Livres (ECL) da Bahia acontece de 11 a 15 de maio, no Junta Dados, Pontão de Cultura Digital da Bahia, situado no Pólo Universitário Santo Amaro de Ipitanga (Pusai/UNEB), em Lauro de Freitas. Durante o evento, a equipe do Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Livres (CDTL), Pontão de Cultura Digital de Pernambuco, ministra oficinas de áudio, vídeo e metareciclagem, além de um workshop sobre geração de renda e sustentabilidade.

Durante o ECL serão apresentadas ideias que envolvem a produção e troca de bens culturais através do uso de software e hardware livres, visando a autonomia dos Pontos, no que trata da divulgação, valorização e registro dos seus trabalhos. Ao todo são 48 vagas, sendo 12 para cada oficina. As atividades são voltadas para capacitação dos Pontos de Cultura do estado, mas estão abertas também para interessados por software e cultura livres.

De acordo com Maíra Brandão, coordenadora executiva do CDTL, é imprescindível que os participantes das oficinas que não tiverem conhecimentos técnicos a respeitos dos assuntos e softwares em questão tenham pelo menos interesse pela temática da qual irão participar, “já que a nossa proposta é a formação continuada dessas pessoas como multiplicadores dos conhecimentos de cultura digital”.

Além das atividades de formação, de12 e 13 de maio, pela manhã, das 18h às 20h30, no mesmo espaço, acontece o workshop sobre geração de renda e sustentabilidade, com o coordenador de Geração de Renda do CDTL, Pedro Jatobá. Esta atividade pretende fazer o levantamento dos produtos e serviços ofertados pelos coletivos culturais e definição de estratégias para divulgação e oferta destes serviços para o mercado, bem como uma mesa de trocas entre os presentes. Essa atividade funciona como uma rodada de negócios entre coletivos culturais, “só que ao invés de trocar uma mercadoria por dinheiro, é feita a permuta entre produtos e serviços”, explica Pedro Jatobá.

Oficinas e mesa redonda
Integrando a programação do Encontro de Conhecimentos Livres da Bahia, ainda será promovida a Oficina iTeia, com Pedro Jatobá, dia 14, das 18h às 20h30, além de mesa redonda sobre a democratização das comunicações no Brasil, com Pedro Caribé, articulador da Conferência Nacional de Comunicação na Bahia.

A realização do evento é do Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Livres, Pontão de Cultura Digital de Pernambuco, por meio do Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com o Junta Dados, iTEIA e Casa Brasil, além do apoio da Secretaria de Cultura da Bahia.

Outras informações: (81) 3423-4580 ou contato@tecnologiaslivres.org

*Adaptação do texto de Maíra Brandão, publicado no Jornal ITeia de 06/05/09.

A formação em audiovisual e software livre que o Pontão de Cultura Aldeia Digital ofereceu em Aracatiaçu, distrito de Sobral, a 235 quilômetros de Fortaleza, como ação colaborativa aos pontos da Região Norte do Ceará, em março, foi marcada pela presença de representantes de seis Pontos do estado. Esse tipo de construção coletiva do conhecimento vem se tornando uma constante dentro das ações do Pontão no estado.

Mediante oficinas e laboratórios teórico-práticos, a formação do Pontão em Aracatiaçu teve como meta levar grupos de alunos, a maioria adolescentes, à produção de publicações e vídeos de curto formato com temáticas ligadas ao ambiente interno, a partir de discussões feitas no primeiro dia da oficina e que destacam as tradições culturais e o conceito de identidade.

Embora sejam livres e estimulem a subjetividade, os conteúdos privilegiados foram pautados pela construção de valores coletivos, como justiça social, cidadania, desenvolvimento humano, economia solidária, ética, política, entre outros.

Os educandos foram estimulados a produzir suas próprias peças audiovisuais, bem como conteúdos individuais para blogues, tudo dentro do ambiente livre. O material produzido permitiu o contato com várias técnicas de audiovisual e discussão de diferentes contextos da vida comunitária. Tais modalidades de desenvolvimento de  novas linguagens possibilitaram aos alunos ampliar a percepção do mundo como coletivo e solidário, bem como desenvolver a valorização do hábito da narrativa individual via blogue ou vídeo.

Inclusão digital
Promovendo a integração da comunidade, mobilizando famílias, educadores, alunos e associações organizadas da sociedade civil para o trabalho com a linguagem e as técnicas de cinema e vídeo, o Pontão Aldeia Digital visa capacitar os agentes da comunidade para a construção dos discursos textuais e audiovisuais, familiarizando os participantes com o manuseio de técnicas e equipamentos.

A equipe do Aldeia Digital já percorreu vários pontos, de Norte a Sul do Ceará, o que configura um de seus objetivos fundamentais dentro das ações pedagógicas junto a comunidades-alvo circunscritas na área de abrangência do Pontão: o de  privilegiar a iniciação à recepção e o consumo crítico dos produtos culturais, bem como a sua capacitação à criação e produção de peças voltadas a questões ligadas à cultura e identidade.

Ao privilegiar as técnicas audiovisuais e o conhecimento livre, a iniciativa propõe um instrumental diferenciado de intervenção na própria realidade, por meio do qual o público alvo possa reconhecê-la, como também reconhecer-se a si como agente transformador e promotor da consciência cidadã.

Cine-Notícias

A 11ª Mostra de Documentários da Colômbia será realizada entre 28 de setembro e 2 de outubro de 2009, em Bogotá e, até o final de novembro, em mais dez cidades colombianas. Esses números demonstram a importância crescente que o documentário vem conquistando no panorama audiovisual da Colômbia e América Latina.

Os cineastas brasileiros podem inscrever seus trabalhos, na categoria internacional, até 30 de maio, em formato DVD, produzidos depois de janeiro de 2007 e que não tenham participado de processos de seleção do evento em anos anteriores. Os resultados do Comitê de Seleção serão conhecidos em  4 de julho.

Endereço para envio dos documentários com a ficha de inscrição:

Calle 34, No. 6-59 – Bogotá, Colombia

Telefone: + 57 1 245 9961
Informações e inscrições no site  http://www.muestradoc.com
E-mails:  muestradoc@muestradoc.com ou muestradoc@gmail.com

10° Fórum Internacional de Software Livre

4ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul

Cinema – Notícias

As inscrições estão abertas até 29 de maio e são direcionadas às obras produzidas que abordem os direitos humanos
14/05/2009 – 10:25

Estão abertas, até 29 de maio, as inscrições para a 4ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul direcionadas às obras produzidas recentemente nos países sul-americanos e que abordem os direitos humanos. Uma realização da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, produção da Cinemateca Brasileira e do SESC/São Paulo e com patrocínio da Petrobras.

A mostra ocorre de 5 de outubro a 8 de novembro de 2009, em 16 capitais brasileiras: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza Goiânia, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Teresina.

Inspirada nos artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, essa quarta edição do evento tem curadoria de Francisco Cesar Filho. A programação compreenderá uma seção contemporânea, uma retrospectiva histórica, homenagem e encontros.  Nas três edições anteriores, participaram obras da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Nesta edição, a Mostra pretende continuar proporcionando um espaço de reflexão e busca de soluções para os problemas vividos pelos países da América do Sul na área dos Direitos Humanos.

Saiba mais: www.cinedireitoshumanos.org.br.

Informações: contato@cinedireitoshumanos.org.br ou (11…, ramal 210.